Clareador Cerebral


Conto que não é do vigário

Estou viciada em contos. Claro que sou amante dos romances eróticos e com teor de auto-conhecimento. Sou fã do Milan Kundera e não escondo a ninguém. Mas cansei um pouco dessas histórias. Os contos nos últimos tempos tornaram-se pra mim um novo orgásmo intelectual (frase típica minha e do Fubah).

Os contos não são do vígario! Olha que coisa boa... Inclusive aqui estou para fazer uma resenha ao último conto que lí, "Ana sem blues" - do Caio Fernando Abreu. Com certeza está entre os melhores contos da minha vida. Ele tem um "quê" de "Alta fidelidade" e a solidão que sentimos quando perdemos um grande amor. É de uma descrição sem igual e de uma sensíbilidade ímpar. Detalha a vida de um homem de forma narrativa, quando seu grande amor, a "Ana" o abandona. Sempre cita (...)"Quando Ana me deixou"(...), para descrever sua dor da perda, pois perder um grande amor sempre dói demais. Mas prova também que a vida continua!

Quando discute-se essa perda, a dor por mais diferente que seja, é igual. Não há quem nunca sofreu de amor, ou alguém que não se pegou olhando para a janela e perguntando onde ele (ou ela) está. Não há quem não olhe para um dia ensolarado e não pense no amor de sua vida, que passou ou ainda está por vir. Ou numa noite fria de inverno, onde as narinas estão congelas e tudo que queríamos era assistir qualquer filme embrulhados em um edredon, comendo pipoca ou pizza delivery ou brigadeiro de panela abraçados, de meias velhas e moleton quentinho de adolescente.

Homens, mulheres... a perder é ruim para qualquer um. Eu já perdi um dia, mas saibam que o amor, verdadeiro e utópico existe!



 Escrito por Mariana Perin às 14h35
[   ]




Seu sono

Enquanto você dorme no quarto

Tenho a leve sensação de vazio

Não ouço sua voz nem o violão

Respiração também não

Quando você acorda e me beija

Sinto-me livre

Por mais presa a ti que esteja

Por mais louco que pareça

Por mais aconchegante seja

Mariana Perin



 Escrito por Mariana Perin às 14h18
[   ]




Porquês de hoje:

Por que ninguém entente que o Brasil está melhorando, e que não existe política imediatista?

Por que ninguém economiza água e luz, sendo que todos sabem que em um futuro, não tão distante, haverá recessão?

Por que cada vez mais a natureza humana é confundida com ambientalismo?

Por que precisamos viver em grupo, sendo que o homem está cada vez mais egoísta?

Por que ninguém quer votar ideológicamente e todos perderam a esperança?

Por que ninguém acredita num Brasil melhor, onde filhos e netos poderão viver em paz?

Por que ninguém se lembra do ciclo histórico, onde todo império declina?

Por que o ser humano está cada vez mais longe do auto-conhecimento?

Por que a moda influencia países inteiros e culturas que teoricamente seriam inatingíveis?

Por que Jesus Cristo, Gandhi, Guevara, Martin Luther King são únicos?

Por que cada vez mais minha ideologia cresce e me sinto incapaz de mostrar ao próximo que somos invencíveis?

Por que as pessoas não associam a arte ao auto conhecimento e a política?

Porque sou uma pessoa capaz de mudar conceitos, de pregar idéias, de mudar a política local, de ser feliz, de ter uma filha, de sustentar uma casa e pagar minha faculdade! Quem sabe um dia...

Porque sou fruto de uma mãe da Diretas já e do melhor pai do mundo que me deram as melhores referências artísticas e intelectuais possíveis - cresci ouvindo Itamar Assumpção e Led Zeppelin. Porque sou feliz enquanto danço igual a uma louca. Porque faço teatro desde que me recordo por gente, que amo estar alí no tablado, com aquele cheiro inesquecível de refletor no meu rosto. Porque amo ler Milan Kundera e entender porque o ser humano é tão complicado emocionalmente. Porque amo e sou amada. Ao mesmo tempo, porque que sei tanta coisa mas ainda não sei nada!

"A normalidade é sinônimo de mediocridade. E se somos medíocres, somos iguais".

 Trecho da peça "Chega", que escrevi em parceria com minha amiga Claudinha.



 Escrito por Mariana Perin às 00h17
[   ]




Um texto clichê sobre amizade

Hoje é aniversário da Maysa. Aproveitando a deixa, ela é a parte do meu cérebro que não funciona. (hauhauahuaha). Sempre que vamos produzir algum vídeo, suas idéias sempre são complementares as minhas, e cada vez mais tenho um incentivo em criar com essa pessoa. Parceira intelectual, audiovisual e da vida. (Tirando que ela ficou brava só porque uma entrevistada nossa citou platão falando de balada - Eu sou uma baladeira metida assim também, já falei de política com a Lenina, enquanto púlavamos com música eletrônica!).

Ela é um exemplo de amiga. Eu gosto de pessoas que se identifiquem culturalmente comigo. Eu gosto de não ter medo de me expor, ou de parecer uma ideológica boba perante um meio que não comporta meus pensamentos. O Fubah me fala que tenho muitos amigos. Não sei se são muitos. Mas tenho alguns em que posso confiar. Alguns que quanto mais longe estão de mim, mais de perto me confortam. Amigos ricos e pobres, inteligentes e limitados, amigos de infância... mas são amigos. Amigos de uma contemporaneidade.

É uma forma de expressar que, por mais que o ser humano seja sozinho, ele precisa de alguém. Não me imagino chegando em casa, na minha sala vazia, olhando para a minha gata (a Lupita) e dizendo: Enfim, sós! Talves não tenha maturidade para aguentar uma barra sem ninguém, ou precise de atenção, não sei; Mas é fato que eu gosto da compania de outros seres humanos.

Acho que esse texto é pra vocês. Poucos que entram... poucos que sabem esse endereço. Poucos que sabem a cor da minha calcinha ou que estou triste ou feliz. Nem meu namorado entra aqui. Acho que ele tem medo das coisas que escrevo, já que sou sincera demais. (Acho que ele iria gostar dos textos).

Beijos para todos e até mais.



 Escrito por Mariana Perin às 13h43
[   ]





 



M.P
BRASIL,
Histórico
  16/05/2010 a 22/05/2010
  07/02/2010 a 13/02/2010
  20/12/2009 a 26/12/2009
  22/11/2009 a 28/11/2009
  13/09/2009 a 19/09/2009
  16/08/2009 a 22/08/2009
  09/08/2009 a 15/08/2009
  26/07/2009 a 01/08/2009
  19/07/2009 a 25/07/2009
  05/07/2009 a 11/07/2009
  28/06/2009 a 04/07/2009
  21/06/2009 a 27/06/2009
  25/01/2009 a 31/01/2009
  11/01/2009 a 17/01/2009
  30/11/2008 a 06/12/2008
  23/11/2008 a 29/11/2008
  16/11/2008 a 22/11/2008
  13/07/2008 a 19/07/2008
  22/06/2008 a 28/06/2008
  18/05/2008 a 24/05/2008
  20/04/2008 a 26/04/2008
  03/02/2008 a 09/02/2008
  13/01/2008 a 19/01/2008
  02/12/2007 a 08/12/2007
  18/11/2007 a 24/11/2007
  21/10/2007 a 27/10/2007
  07/10/2007 a 13/10/2007
  30/09/2007 a 06/10/2007
  09/09/2007 a 15/09/2007
  26/08/2007 a 01/09/2007
  19/08/2007 a 25/08/2007
  12/08/2007 a 18/08/2007
  29/07/2007 a 04/08/2007
  22/07/2007 a 28/07/2007
  15/07/2007 a 21/07/2007
  08/07/2007 a 14/07/2007
  24/06/2007 a 30/06/2007
  10/06/2007 a 16/06/2007
  03/06/2007 a 09/06/2007
  27/05/2007 a 02/06/2007
  13/05/2007 a 19/05/2007
  06/05/2007 a 12/05/2007
  22/04/2007 a 28/04/2007
  08/04/2007 a 14/04/2007
  01/04/2007 a 07/04/2007
  25/03/2007 a 31/03/2007
  18/03/2007 a 24/03/2007
  11/03/2007 a 17/03/2007
  04/03/2007 a 10/03/2007
  25/02/2007 a 03/03/2007
  18/02/2007 a 24/02/2007
  11/02/2007 a 17/02/2007
  04/02/2007 a 10/02/2007
  28/01/2007 a 03/02/2007
  21/01/2007 a 27/01/2007
  14/01/2007 a 20/01/2007
  07/01/2007 a 13/01/2007
  31/12/2006 a 06/01/2007
  24/12/2006 a 30/12/2006
  10/12/2006 a 16/12/2006
  26/11/2006 a 02/12/2006
  12/11/2006 a 18/11/2006
  29/10/2006 a 04/11/2006
  22/10/2006 a 28/10/2006
  15/10/2006 a 21/10/2006
  30/07/2006 a 05/08/2006
  23/07/2006 a 29/07/2006
  16/07/2006 a 22/07/2006
  09/07/2006 a 15/07/2006
  02/07/2006 a 08/07/2006
  11/09/2005 a 17/09/2005
  28/08/2005 a 03/09/2005
  07/08/2005 a 13/08/2005
  31/07/2005 a 06/08/2005
  24/07/2005 a 30/07/2005
  17/07/2005 a 23/07/2005
  12/06/2005 a 18/06/2005
  05/06/2005 a 11/06/2005
  29/05/2005 a 04/06/2005
  22/05/2005 a 28/05/2005
  15/05/2005 a 21/05/2005
  08/05/2005 a 14/05/2005
  01/05/2005 a 07/05/2005
  24/04/2005 a 30/04/2005
  17/04/2005 a 23/04/2005
  03/04/2005 a 09/04/2005
  27/03/2005 a 02/04/2005
  20/03/2005 a 26/03/2005
  13/03/2005 a 19/03/2005
  06/03/2005 a 12/03/2005
  27/02/2005 a 05/03/2005
  20/02/2005 a 26/02/2005
  13/02/2005 a 19/02/2005
  06/02/2005 a 12/02/2005
  30/01/2005 a 05/02/2005
  23/01/2005 a 29/01/2005
  16/01/2005 a 22/01/2005
  09/01/2005 a 15/01/2005
  02/01/2005 a 08/01/2005
  26/12/2004 a 01/01/2005
  19/12/2004 a 25/12/2004
  12/12/2004 a 18/12/2004
  05/12/2004 a 11/12/2004
  21/11/2004 a 27/11/2004
  14/11/2004 a 20/11/2004
  07/11/2004 a 13/11/2004
  31/10/2004 a 06/11/2004
  24/10/2004 a 30/10/2004
  17/10/2004 a 23/10/2004
  10/10/2004 a 16/10/2004
  03/10/2004 a 09/10/2004
  26/09/2004 a 02/10/2004
  12/09/2004 a 18/09/2004
  05/09/2004 a 11/09/2004
  29/08/2004 a 04/09/2004
  22/08/2004 a 28/08/2004
  15/08/2004 a 21/08/2004
  08/08/2004 a 14/08/2004
  01/08/2004 a 07/08/2004
  18/07/2004 a 24/07/2004
  11/07/2004 a 17/07/2004
  04/07/2004 a 10/07/2004
  27/06/2004 a 03/07/2004
  20/06/2004 a 26/06/2004
  13/06/2004 a 19/06/2004
  06/06/2004 a 12/06/2004
  30/05/2004 a 05/06/2004
  23/05/2004 a 29/05/2004
  09/05/2004 a 15/05/2004


Meus Links
  Clube da des(Conquista)
  Chorumelos (um blog com perspectiva totalmente masculina!)
  Deposito de Neuras
  Mulher o Suficiente
  Anônimo Incógnito - Diálogos Insanos
  Volume I
  P2B
  Um duelo - eu e ela.
  Nana Yazbek
  Leu porque quis
  Tchutchubiruba
  Caraqteres
  Cultura Pop by Lady O.
  Berenice disse